Relembrando a Logos Cultural de Paramirim nos anos noventa

0
5408
Relembrando a Logos Cultural de Paramirim nos anos noventa

A Logos Cultural foi um ícone de referência nos anos 90 na cidade de Paramirim. Com os atrativos de revistas, livros, locadora e games, ela se tornou um point de encontro de várias gerações que buscavam informação, entretenimento e lazer em uma cidade pacata e pequena no tempo em que não havia internet.

Localizada no centro da cidade, mais precisamente na praça do Rosário, era um estabelecimento mediano, muito simples, próximo ao Brás, tendo à sua volta a antiga rodoviária, supermercados e alguns bares, onde a boemia estava sempre presente. Por isso, a Logos possuía um público quase que efetivo, principalmente nos intervalos e términos das aulas.

Fachada inicial da Logos Cultural de Paramirim
Fachada inicial da Logos Cultural de Paramirim

Ali era o encontro de alunos, professores, donas de casa, artesãos, músicos, vendedores e muitos outros. Todos em busca de algum tipo de novidade ou informação. Os interesses mais comuns giravam em torno de revistas de cifras musicais, notícias, quadrinhos, horóscopos, palavras cruzadas, crochê, bordados, artesanatos e jornais. Boa parte do público ali passava para ler algo ficar antenado com o mundo, descontrair e recrear o espírito.

Os primeiros expositores de Revistas
Logos Cultural: Os primeiros expositores de Revistas

Mas a Logos Cultural também possuía o outro lado da emoção, que ficava por conta dos filmes e games. Cada filme era locado a R$ 3,50 à diária e menos de 50% deles eram dublados. O locador que atrasasse a devolução ou deixasse de rebobinar a fita VHS pagava uma multa. A videoteca comportava com quase 1000 títulos de todos os gêneros com uma demanda bastante diversificada. Havia clientes não só de Paramirim, mas de várias cidades da região. A locadora sempre estava em dias com as novidades, constituindo-se dessa forma um atrativo cultural. Os amantes do cinema sempre estavam por ali para conversar, trocar ideias e indicações para os próximos filmes. Alguns, mesmo não sabendo pronunciar os nomes das celebridades, não se intimidavam na conversa. O bom mesmo era compartilhar as emoções.

Logos Cultural: Locadoras de filmes VHS
Logos Cultural: Locadoras de filmes VHS

Uma das coisas mais comuns na Logos era a presença de crianças e jovens, o motivo maior para eles eram os videogames. Naquela época, os jogos eletrônicos estavam engatinhando-se no mercado. A TV que até então era estática, passou a ter interação. Da criança ao adulto, todos gostavam de brincar, os motivos eram diversão, inteligência, autoestima, mas creio que principalmente o”Networking” que isso gerava tenha sido o grande motivador. Havia diversos aparelhos como: Playstation, Super Nes, Megadrive e até um PC. Super e Mário e Donkey Kong eram os preferidos. O tempo era cobrado por minuto, onde 00:30h custava R$ 0,25. De vez em quando aparecia uma mãe que vinha resgatar o filho com um chinelo na mão.

Logus Cultural de Paramirim
No fundo da imagem é possível ver o cantinho onde ficava os vídeo games.

A Logos me proporcionou muitas coisas boas, tive oportunidade de fazer muitas amizades, o seu conteúdo de informação me ajudou a ganhar novas habilidades e despertou em mim o desejo de empreendedorismo. Foi onde praticamente tudo começou, o meu primeiro networking, os aplicativos comerciais que desenvolvi, a verba para fundar e manter os meus empreendimentos iniciais. Foi uma árvore que gerou vários frutos, o meu ponto de inspiração, da sua essência nasceu a Insofti e a Paramirim Eventos.

Talvez nesse momento você já esteja questionando: por que a Logos Cultural fechou? A resposta é bem simples, porque os hábitos das pessoas consumirem conteúdos, mudaram. Com o advento da Internet e do DVD, aos poucos o VHS, a revista e os games foram perdendo espaço para a web.

Em janeiro de 1993, Domingos Belarmino e Valdinéia Rosa Lopes, assinaram a escritura pública de minha emancipação civil, pela a qual fiquei autorizado a gerenciar os meus próprios negócios e abrir a minha própria empresa.
Em 07/10/94, fundei a Logos Cultural na categoria de comércios varejistas. Nove anos depois, em 2003, a mesma foi desativada.
Por quase uma década a nossa pequena empresa foi uma das principais vias de informação de Paramirim, proporcionando conhecimento, alegria e paixão a muitas pessoas.

Logos Cultural de Paramirim
Recepção de atendimento da Logos Cultural em 1994
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui