Paramirinhense de Gameleira é aprovada no vestibular de medicina da UFBA

0
24587
Gabriela Flor Martins
Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade. (Raul Seixas)

A trajetória estudantil da jovem Gabriela Flor Martins, 22 anos, desde o curso fundamental no modesto povoado de Gameleira, zona rural de Paramirim, até a sua recente aprovação no vestibular de medicina pela Universidade Federal da Bahia, muito tem a ver com humildade, dedicação, respeito, perseverança, muita determinação e reconhecimento, tanto de sua parte como da parte de seus pais.

Isso mesmo, reconhecimento é o que não falta na filha mais nova do Sr. Eurivaldo Leão Martins, mais conhecido por Lêla. “ Sou filha de pai agricultor, nascido e criado na roça. Minha mãe é agente de saúde, tenho mais duas irmãs com formação universitária. Apesar de sermos filhas de pais humildes, eles sempre planejaram e priorizaram a nossa formação educacional, nos proporcionando a oportunidade de uma educação exemplar pautada na humildade e no respeito pelos valores humanos, acima de tudo. Dessa forma, eles sempre guardavam um pouco do que ganhavam, pensando no nosso futuro, nos incentivando a irmos em busca dos nossos sonhos”.

Como se predestinada fosse a concretizar a pretensão da família, Gabriela não se fez de rogada, após concluir a segunda fase do curso fundamental na Escola Manoel Brasil, na Vila de Canabravinha, sempre aconselhada pelos professores Vanoel e Heleno Marques de Souza, matriculou-se no Colégio de Paramirim, onde em 2010, concluiu o Curso Cientifico, daí para frente estava lançado o grande desafio de sua vida estudantil em busca do curso de medicina.

Com muita garra e determinação, muitas dificuldades também, a pacata jovem de Gameleira enfrentou as vicissitudes da cidade grande. Fez cursinho no Grandes Mestres, sempre pensando alto, seus sonhos mais cedo ou mais tarde haveriam de ser concretizados.

Mas, não foi somente isso, seu Lêla e Dona Izabel, sempre perseverantes na educação dos filhos, nunca deixaram de lhes proporcionar a oportunidade do cursinho, onde quer que fosse. Afirma Gabriela: “Nessa busca incessante, nunca decepcionamos os nossos pais. Hoje, minha irmã Maísa é formada em enfermagem pela UNEB e atualmente faz mestrado na UFBA, Renata é advogada, pela UNIVALE. Todas as nossas conquistas aconteceram pelo amor e dedicação incondicionais de nossos pais, ” conclui Gabriela.

Quanto a mim cabe ressaltar que em 2012, após dois anos de cursinho, fui aprovada na Universidade Federal da Bahia, no curso denominado Bacharelado Interdisciplinar em saúde, uma nova modalidade de graduação dessa Universidade que visa uma formação transdisciplinar, interdisciplinar e multidisciplinar, com duração de três anos, dividido em dois ciclos. Sendo o primeiro com matérias obrigatórias das três grandes áreas (saúde, humanas e artes) e o segundo, concentrado em disciplinas da saúde, a critério do aluno.

Com o término dos três anos, me formei como Bacharel em Saúde, e passei pelo processo seletivo bastante concorrido devido o nível dos estudantes e ao número de vagas, do qual concluíram 300 alunos e somente 32 com melhores escores conseguem a tão almejada vaga no curso de medicina.

Assim sendo, no último dia 22 fui contemplada com a alvissareira notícia de minha aprovação no vestibular da UFBA para o curso de medicina, enfrentando uma concorrência altamente seletiva, buscando o mérito de cada concorrente. Agradeço primeiramente a Deus por tudo que tem me proporcionado, a mim e às minhas irmãs, como também aos meus pais por colocarem a nossa formação superior como prioridade da família.

A história de Gabriela, Maísa e Renata, patrimônio maior do casal Eurivaldo e D. Izabel, ele lavrador e ela agente comunitária de saúde do município de Paramirim, é digna de ser contada como referência de obstinação, superação e vitória. Uma família modesta, três filhas com curso universitário em diferentes áreas, conquistados por justiça e merecimento de cada uma, sobretudo pelos esforços de seus pais. Razões que nos remetem à celebre frase de Euclides da Cunha, quando afirmou que o sertanejo é antes de tudo um forte. Forte na perseverança, na dedicação e determinação em busca de seus objetivos. O que nos resta é valorizar este exemplo, parabenizando a família por este feito extraordinário, o qual faz crescer a nossa pátria, a nossa Paramirim e a pacata comunidade de Gameleira, hoje berço de vários próceres.

Gabriela Flor Martins e Família
Eurivaldo e D. Izabel, um casal referência na educação das filhas.
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui