Novo deslizamento de pedras próximo ao Zabumbão

0
7746

A população de Paramirim tomou conhecimento nesta manhã que várias pedras rolaram serra a baixo na rodovia que dá acesso à Érico Cardoso, na altura da Barragem do Zabumbão.

Deslizamento de pedras próximo ao Zabumbão
Máquina da prefeitura removendo os blocos de pedra deslizados do alto do Morro da Estrela

A solicitação de alerta foi amplamente divulgada pelas redes sociais, até que a prefeitura local tomasse as devidas providencias para as suas remoções.

O fato ocorreu provavelmente na madrugada da última terça-feira, 26 de janeiro, trazendo perigo para todos que por ali transitam, uma vez que uma parte da pista foi praticada obstruída pelos blocos de rochas deslizados.

Ressaltamos que este não foi o primeiro deslizamento ali ocorrido. Outros mais podem ainda acontecer em virtude das fortes chuvas que há mais de uma semana contemplam toda a região do Vale do Paramirim.

O primeiro deles ocorreu em setembro (29) de 1997, causando a interrupção do trânsito por mais de oito horas, deixando o município de Érico Cardoso às escuras, uma vez que o deslizamento também atingiu a rede elétrica da Coelba que passa pela área em questão.

O segundo desmoronamento aconteceu em 1999, já com a estrada totalmente asfaltada, como bem mostra uma fotografia tirada na época e aqui utilizada para ilustrar a veracidade dos fatos que narramos.
O curioso é que tais deslizamentos sempre ocorrem praticamente no mesmo trecho da rodovia e são procedentes do Morro da Estrela, um dos pontos mais altos e pitoresco do relevo de Paramirim, ao sopé do qual a estrada foi construída.

Alertamos, pois, aos motoristas que transitam por esta rodovia e aos pedestres que frequentam o lago do Zabumbão para tomarem as devidas precauções, quando tiverem que passar pelo contorno da serra, principalmente durante ou após a ocorrência de chuvas no entorno da barragem. Quem avisa meu amigo é.

Deslizamentos Anteriores:

Pedra deslizada em 1997
Pedra deslizada em 1999
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui