A noite dos três cruzeiros

0
4582
A Noite dos Três Cruzeiros, Por Marcos Domicio
A Noite dos Três Cruzeiros – Foto: Marcos Domicio

Primeiro para lembrar que uma página de astronomia (Espaço Astronômico) divulgou uma foto tirada por um fotógrafo amador de Paramirim mostrando uma fatia do céu iluminando parte da Avenida Botuporã, numa combinação de cores, luzes e imagens digna de elogios, não só pelo registro do acontecimento, mas também pela feliz lembrança de associá-lo ao palco do observador, como se o firmamento tivesse bem próximo à Terra.

Por conta deste feliz registro, quero deixar meus parabéns ao privilegiado fotógrafo Marcos Domicio Lopes da Silva, dono do site Paramirim Eventos, que na noite do fenômeno fez valer mais uma vez o seu gênio criativo e a sua admiração pelas coisas da natureza sem nenhum fim lucrativo, levando aos olhos do mundo a imagem de um acontecimento tão singular, associado a um pedaço de Paramirim, numa sintonia perfeita.

Quanto ao fato descrito, informo que se trata realmente de um acontecimento raro, no qual “a Lua crescente mais os planetas Vênus e Júpiter e a estrela Régulos (da Constelação de Leão) estiveram em conjunção e por isso foram vistos próximos no céu formando um “ terceiro Cruzeiro ” temporário, naquela noite ”, gerando um espetáculo simplesmente deslumbrante.

Pena que não vi essa raridade astronômica, mas nem por isso deixo de admirá-la, pois só em pensar ou ver o céu bordado de estrelas, uma noite enluarada, um crepúsculo a se perder de vista ou o raiar de uma madrugada“ sanguínea e fresca ”, como diz Raimundo Correria, já nos sentimos generosamente gratificados.

Seria muito bom que mais cruzeiros aparecessem no céu do Brasil e do mundo inteiro, para lembrar que a humanidade precisa repensar os seus atos. Que o Cristo Crucificado deveria estar cada vez mais presente no coração dos homens, principalmente daqueles que têm a mente iluminada pela cultura, mas que agem sem escrúpulos, incrementando a desigualdade social e a violência nos seus mais diferentes aspectos. Que Outras Noites dos Três Cruzeiros mais vezes repetissem nesse terceiro milênio em que a sociedade se acha tomada pela desarmonia. Que a junção de Vênus e Júpiter em conjunto com a lua e a estrela Régulos sirva para exemplificar que da união nasce a força e que a força da união deve ser usada para o bem de todos e não para beneficiar grupos privilegiados. Que venham novos cruzeiros como redenção de uma nova era para a humanidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui